A Portaria CAPES n° 73, de 6 de abril de 2022 instituiu a cota de bolsas de estudo e/ou auxílios escolares da pró-reitoria ou órgão equivalente incumbido dos programas de pós-graduação e alterou a Portaria no 76, de 14 de abril de 2010, a Portaria n° 181, de 18 de dezembro de 2012, e a Portaria n° 149, de 1° de agosto de 2017.
A alocação da cota de bolsas de estudo e/ou auxílios escolares pelo Decanato de Pós-Graduação nos programas de pós-graduação passíveis de fomento obedeceu aos seguintes critérios:
- temas estratégicos para a pós-graduação;
- Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM);
- programas de pós-graduação com déficit de bolsas resultante do recolhimento de cotas empréstimo;
- fomento aos programas de pós-graduação que possuem apenas o nível de Mestrado com déficit de
bolsas;
- programas de pós-graduação participantes do PROEX com déficit de bolsas resultante do recolhimento
de cotas empréstimo.

Clique aqui e acesse a TABELA Distribuição de cotas, Portaria 73, CAPES.